domingo, 8 de julho de 2018

JOVENS APRENDEM A FAZER CINEMA NO FESTIVAL “AVANCA 2018”

CINENTERTAINMENT 7, um espaço dos 6 aos 17 anos

Desenvolver uma história e concretizar um filme é o desafio que jovens de várias idades vão encontrar de novo este ano no 22º Festival de Cinema AVANCA 2018.
Pelo sétimo ano consecutivo a organização do festival preparou um espaço destinado aos mais jovens.

Durante os dias 25 a 29 de julho, enquanto os adultos assistem ás competições de filmes vindos de todos os continentes, enquanto participam em conferências e em workshops profissionais, os mais jovens têm o seu espaço.

São jovens que acompanham os pais na deslocação ao AVANCA, mas também são os jovens da região com vontade de experimentar a arte de fazer um filme.

Dois grupos de jovens cineastas, um com idades entre os 6 e os 12 e outro grupo com idades entre os 13 e os 17 anos, aprendem e experimentam fazer um filme.
A história, o storyboard, o guião, a localização, os técnicos, os atores... tudo isso durante 3 dias intensivos para sentirem o ambiente e o trabalho de uma equipa de produção fílmica!

As crianças e jovens que vão experimentar filmar na paisagem de Avanca, darão aqui em muitos casos, os seus primeiros passos no cinema de animação ou na realização de cinema de ficção.

O que é o cinema, como é feito e quem o faz, são algumas das premissas para 3 dias a usar uma câmara vídeo e explorar a animação imagem-a-imagem.

Histórias, livros, lendas e contos a saírem do papel e da cabeça, para ganharem uma vida em movimento, com som, iluminação e tudo o resto que faz falta. Vai-se idealizar, planear, desenhar, interpretar, editar, sempre com divertimento a acompanhar.

É esta a proposta do CineEntertainment 2018, no festival de Avanca, uma oportunidade para os mais novos, não-adultos, experimentarem o mundo do cinema e dos filmes, em contexto relaxado, animado e integrando um festival de cinema.

A coordenação e acompanhamento está a cargo de Ivo Prata, arte-educador, actor, tecnólogo e mentor do CineEntertainment. Amigo do "Avanca" desde 1998, trabalha com crianças, jovens e adultos em contextos artísticos informais de aprendizagem natural, com filosofia "hands-on".
Obrigatório trazer ideias, vontade e quem conseguir, um brinquedo que filme.

As inscrições estão já disponíveis na página do festival (www.avanca.com), onde bastará procurar a ficha de inscrição em “cinentertainment 7”.

O 22º Festival Internacional de Cinema AVANCA 2018 é uma organização do Cine-Clube de Avanca e Município de Estarreja, com o apoio do ICA / Ministério da Cultura, IPDJ, Região de Turismo do Centro, Junta de Avanca, DeCA / Universidade de Aveiro, Universidade de Coimbra, UTAD, ESAP, ESAD, Academia Portuguesa de Cinema, Federação Internacional de Cineclubes, Agrupamento de Escolas e Paróquia de Avanca, para além de várias entidades locais.

O Verão em AVANCA começa frame a frame!

quarta-feira, 4 de julho de 2018

22º FESTIVAL DE CINEMA AVANCA 2018 ENTRE CAPITAIS EUROPEIAS DA CULTURA E IDENTIDADE EUROPEIA


No ano em que Valeta, é não só a capital de Malta, mas também e durante o ano de 2018, Capital Europeia da Cultura, o Festival Internacional de Cinema AVANCA exibe na sua 22º edição um dos mais emblemáticos projetos audiovisuais produzidos em Malta sobre a atualidade deste país.

Numa altura em que várias cidades portuguesas procuram ser, em 2027, a quarta cidade portuguesa a acolher este projeto comunitário de Capitais Europeias da Cultura, estes filmes que dinamizam uma reflexão sobre politica e sociedade no espaço do audiovisual criativo, parecem ter mais pertinência.

Angelica Muller, cineasta e programadora do Valletta Film Festival, estará no AVANCA a apresentar os filmes e o projeto que esteve na base dos mesmos.

Esta antologia, produzido pela Film Grain Foundation em colaboração com o Conselho de Artes de Malta e a presidência da MAlta EU, intitulada “Ewropej”, reflecte os valores de uma identidade europeia e foi estreada no festival que marca a vida da cultura cinematográfica de Malta, o Valletta Film Festival.

Thomas Georgi é o autor do filme 84 OVELHAS que confronta o destino de certas ovelhas com a burocracia e o pensamento jurídico. As nossas regras e catalogações invadem a vida orgânica, mas parece que o problema é que a natureza orgânica não se importa com as nossas determinações legais.

Qual é a diferença entre Malta em 2003 e agora? Essa é a questão que pairou na cabeça do cineasta Keith Albert Tedesco, antes de me sentar para escrever o filme MOV BAK PLIJZ. Com a entrada na Comunidade Europeia parece que muito mudou em Malta. Terá evoluído para um país próspero e maravilhoso ... na maioria dos dias, pelo menos? Mas terá realmente mudado? Ou acabou por ir cegamente com o fluxo?

TOXICIDADE é um filme de Angelique Muller. Sendo uma sátira poética moderna inspirada no género western spaghett, neste filme não leva mais que um segundo para os melhores amigos se tornarem piores inimigos. Terá algo a ver com o “ American dream” ou o “ Money God”?

Sarah Mallia escreveu e realizou o filme VIVA MALTA, depois de ler um artigo no The Times of Malta. Neste artigo, um professor pintou uma situação apocalíptica em que todos os não-malteses foram repentinamente convidados a deixar o país. Os políticos, e as pessoas que os seguem, realmente entendem as consequências dos seus insultos xenófobos e raciais?

Massimo Denaro é o autor do filme ENTROPIA. A política em Malta é um caso único. Este é provavelmente o único país do mundo onde toda a nação está ativamente envolvida nas eleições, onde a política se mistura profundamente com futebol e fé religiosa, onde a votação é em torno de 95%. ENTROPIA acompanha uma das campanhas eleitorais mais recentes e agressivas da história maltesa, entre o compromisso cego e o desencanto consciente.

Estes 5 filmes estarão em exibição durante o AVANCA 2018, entre 25 e 29 do corrente mês de julho, numa organização do Cine Clube de Avanca e do Município de Estarreja, com o apoio do ICA / Ministério da Cultura, IPDJ, Junta e Paróquia de Avanca, Agrupamento de Escolas de Estarreja e diversas entidades locais e internacionais.