quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

“MOONSHINERS” EM CONCERTO NO CINEMA DOLCE VITA EM OVAR Concerto conta com Susie Filipe, protagonista do filme “Uma Vida Sublime”

Assinalando os 34 prémios que o filme UMA VIDA SUBLIME recebeu em festivais internacionais de cinema durante o ano de 2018, o Cinema Dolce Vita de Ovar promove no seu espaço um concerto com a banda revelação do ano, os “Moonshiners”.

O concerto será já este sábado dia 16 de fevereiro e inicia-se ás 22h. Os bilhetes estão já à venda na bilheteira do Cinema Dolce Vita do Centro Comercial de mesmo nome em Ovar.

Susie Filipe, baterista e fundadora da banda, é também a protagonista do filme UMA VIDA SUBLIME que no decorrer de 2018 se veio a transformar no filme português mais premiado de sempre. Este filme teve estreia recente, tendo sido exibido, entre outras salas, no Cinema Dolce Vita.

Os “Moonshiners”, apresentaram recentemente o seu primeiro álbum “Prohibition Edition” com “canções para homens sensíveis e mulheres de barba rija”.
Influenciados por uma panóplia de sonoridades que vão desde Bob Dylon a Morphine, o grupo foi nomeado melhor banda portuguesa pelos Prémios “Pop Eye”, entregues em novembro passado em Cáceres, Espanha.
Com dois EP lançados anteriormente, do segundo “Good News For Girls Who Have No Sex Appeal”, o single “Man On Wire” faz parte da banda sonora do filme dirigido por Luís Diogo e coproduzido pelo Cine Clube de Avanca e Filmógrafo.

Os “Moonshiners”, constituídos por Gamblin' Sam (voz e harmônica) e Vítor Hugo (voz e guitarra), para além de Susie Filipe (bateria), surgiram em Aveiro, no início de 2012 e a sua música destaca-se pelas harmónicas estridentes e riffs explosivos.
Em Outubro de 2013, após uma longa digressão de norte a sul de Portugal, os Moonshiners lançam o seu primeiro EP homónimo, composto por seis canções originais sobre whisky e cerveja, conversas entre Deus e o Diabo e réquiens de amor falhado.

Em 2017 actuaram no Eurosonic Noorderslag (Holanda), o maior festival profissional de música europeia, no Veszprémi Utcazene Fesztivál (Hungria) e fizeram uma tournée pelo norte de Espanha.
Já em 2018 tocaram no Festival Live At Heart na Suécia e os concertos sucederam-se por todo o país, para além de cidades como Cáceres e Barcelona na vizinha Espanha.

Entre frases que fazem história no percurso desta banda, fica: “No fundo do seu copo: o outro lado do vidro da madrugada”.

Susie Filipe, que interpreta Andreia, a esposa da personagem central do filme, tem um percurso de atriz no teatro, que agora chega ao cinema. À sua surpreendente interpretação, que o realizador tem destacado nas suas intervenções aquando da exibição do filme, acresce esta singularidade de protagonizar o filme mais premiado de sempre do cinema português.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

O FILME MAIS PREMIADO DO CINEMA PORTUGUÊS ESTREIA NOS CINEMAS ESTA QUINTA FEIRA


O filme UMA VIDA SUBLIME, que Luís Diogo realizou e produziu conjuntamente com a Filmógrafo e o Cine Clube de Avanca, chega esta quinta feira ás salas de cinema.

Com estreia em cinemas de Lisboa (Cinema City), Porto (Parque Nascente), Paços de Ferreira (Plaza), Penafiel (Cinemax), Castelo Branco (Cinebox) e Ovar (Dolce Vita), o filme terá também sessões especiais no Teatro Aveirense (Aveiro), Cine Teatro de Estarreja, Espalhafitas (Abrantes) e no Teatro Ribeiragrandense nos Açores.

UMA VIDA SUBLIME é um inesperado “thriller” onde um médico, o Dr. Ivan, usa métodos extremos para conseguir que pessoas infelizes voltem a ter uma vida tão sublime quanto a sua.

O filme que em março último foi distinguido no Fantasporto 2018 com o Prémio de Melhor Ator, foi igualmente exibido no AVANCA em julho passado, tendo uma fulgurante passagem pelo circuito internacional de festivais de cinema.

De março a dezembro de 2018 o filme foi selecionado para as competições oficiais de 56 festivais de países dos cinco continentes, tendo recebido 34 prémios.

Este número impressionante de distinções, fazem de UMA VIDA SUBLIME, não só o filme português mais premiado de 2018, mas também o mais premiado de sempre em festivais no estrangeiro.

Protagonizado pelos atores Eric da Silva, Susie Filipe, Rui Oliveira e Paulo Calatré, para este filme
chegaram prémios para os atores, realizador, argumentista, diretor de fotografia e vários prémios como Melhor Filme de competições na Albânia, Austrália, Espanha, Equador, EUA, Índia, Itália, Rússia, São Tomé, Tailândia e Portugal.

Este é o segundo filme de longa metragem que Luís Diogo realiza, depois de “Pecado Fatal” e três curtas metragens. Sendo o autor dos argumentos de todos os seus filmes, é também argumentista de filmes como “A Bomba” de Leonel Vieira e “Gelo” de Luís e Gonçalo Galvão Teles.

Esta longa metragem de ficção foi em parte rodada no Festival Internacional de Cinema AVANCA 2016, integrando o projeto “Creative Film Workshops”.
Para além de Avanca, o filme foi igualmente rodado em Castelo Branco, Paços de Ferreira, Porto e Santo Tirso.

“Uma Vida Sublime” que já estreou na Rússia, continua a percorrer festivais de cinema em 2019 e prepara igualmente estreias noutros países.