quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

UMA VIDA SUBLIME, O FILME DE TODOS OS RECORDES

O filme UMA VIDA SUBLIME, de Luís Diogo, venceu os prémios de Melhor Ator (Eric da Silva), Melhor Ator Secundário (Rui Oliveira) e Melhor Argumento (Luís Diogo) no LIFFT INDIA FILMOTSAV, que decorreu de 6 a 10 de Dezembro em Lonavla, Índia.

O filme soma agora 32 prémios, sendo a primeira longa-metragem da história do cinema português a conseguir 30 prémios internacionais.

Eric da Silva venceu o seu 6º prémio de melhor ator com este filme, sendo o primeiro ator da história do cinema português a conseguir 5 prémios internacionais de Melhor Ator com um só filme. O prémio nacional foi no Fantasporto, onde nunca antes um ator português havia ganho.

Rui Oliveira consegue o seu terceiro prémio com este filme (antes tinha ganho outro de Melhor Ator Secundário e um de melhor ator).

Este é o 6º prémio para o argumento do filme, sendo o primeiro argumento da história do cinema português a conseguir 6 prémios internacionais.

Tendo sido uma produção conjunta de Luís Diogo e António Costa Valente, envolvendo na produção o Cine Clube de Avanca e a Filmógrafo, esta longa metragem de ficção foi em parte rodada no Festival Internacional de Cinema AVANCA 2016, integrando o projeto “Creative Film Workshops”.
Para além de Avanca, o filme foi igualmente rodado em Castelo Branco, Paços de Ferreira, Porto e Santo Tirso.

O filme, escudado num argumento original do realizador, conta a história do médico Dr. Ivan, que usa métodos extremos para conseguir que pessoas infelizes voltem a ter uma vida tão sublime quanto a sua.

“Uma Vida Sublime” está entretanto em exibição nos cinemas da Rússia e da Bielorússia e deverá estrear em Portugal no início do próximo ano.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

FILMES 360º CHEGAM AO “AVANCA 2019”. UM FESTIVAL DE TODAS AS DIMENSÕES


Pela 23ª vez, o Festival Internacional de Cinema AVANCA 2019 tem abertas inscrições de filmes para as suas diversas competições.
Tendo um historial de inovação, este ano o AVANCA vai receber literalmente filmes de todas as dimensões.

Pela primeira vez haverá uma competição destinada aos filmes de 360º, conhecidos como obras VR (Virtual Reality). Em Julho, um novo ecrã vai-se ocupar de novos filmes que, sem limites, permitem
ao espetador poder olhar para todas as dimensões e espaços, num novo modo de ver cinema.
Está prevista a exibição de filmes narrativos, mas também experimentais, que afastando-se dos jogos pela ausência da interatividade, abrem um novo mundo de criatividade, narrativa e estética fílmica.

O festival de cinema AVANCA, tem já o habito da antecipação tecnológica no espaço do cinema. No passado foi o primeiro festival de cinema em Portugal a premiar CD Interativos, video blogs, trailers, a receber BluRays, para além de ter sido o primeiro a premiar obras que fazem a sua estreia mundial no AVANCA.
Foi neste festival que pela primeira vez na Europa se exibiu cinema europeu num telemóvel, para além de sempre ter tido um olhar atento ao espaço da inovação televisiva.

Neste âmbito foi até hoje o único evento em Portugal a receber uma extensão do “INPUT TV”, o maior evento de debate de conteúdos da televisão pública que todos os anos acontece num continente diferente reunindo os programadores e produtores dos canais de televisão pública de todo o mundo.
O olhar para todos os suportes do cinema é uma dinâmica que está presente neste festival desde a sua fundação em 1997, procurando as alternativas apesar de manter sempre o foco no grande ecrã.

Este ano, as inscrições decorrem até 15 de abril, com um primeiro momento até 31 de dezembro.
Em competição vão estar longas metragens de ficção e documentários, além das curtas metragens de animação, ficção, documentários e obras experimentais.

Será atribuído um prémio ao melhor trabalho de cada categoria: Cinema (longa metragem), Cinema (curta metragem), Televisão, Vídeo, VR e Trailer. Também serão atribuídos prémios, entre outros, à melhor Animação, ao melhor Ator/Atriz e à melhor Direção de Imagem.

Também de forma inédita, o festival dá continuidade aos Prémios Cineasta, distinguindo realizadores com menos de 30 anos e com mais de 60 anos, Prémio Cineasta Júnior e Prémio Cineasta Sénior respetivamente.
Se imensos eventos têm prémios para jovens cineastas em início de carreira, são muito raros os que distinguem especificamente autores de idade avançada, uma época da vida onde passa a ser tão difícil fazer um filme como quando se começou.

O AVANCA 2019 é uma organização do Cine Clube de Avanca com o Município de Estarreja e o apoio do ICA / Ministério da Cultura, Junta e Paróquia de Avanca, Agrupamento de Escolas de Estarreja, entidades e empresas diversas que na sua maioria sempre têm acompanhado este evento.

domingo, 2 de dezembro de 2018

DESENHOS DE UM “MISTÉRIO” NA GALERIA MUNICIPAL BANCO DE PORTUGAL EM LEIRIA

Em Leiria a Galeria Municipal Banco de Portugal tem em exposição até ao final do ano, uma coleção de desenhos de Cibele Saque.
Estas obras integram a edição do livro “O Mistério do Quarto Escuro”, um conto de Mariana Bento Lopes que procura ser uma história do cinema contado ás crianças.

Os desenhos procuram um encontro com a história dos amantes do cinema, da luz da projeção e das histórias guardadas em latas.
Os desenhos e o livro mergulham na história de um cinema e do seu tempo feito memória. Uma história de uma arte com mais de cem anos, destinada aos mais jovens. No livro, é possível ler:
“aquele não era um candeeiro normal! Era o mais bonito que eu alguma vez tinha visto!! A sala iluminou-se, o candeeiro girou e lá dentro corria um cavalo a galope. Parecia magia! Eu nunca tinha visto nada assim!”

Desenhos e um livro que parecem sorrir às histórias do cinema, dos que por ele se apaixonaram, dos cineclubes, da sua magia tecnológica, mas sobretudo para o encontro do cinema com as pessoas de todas as gerações.

Fazendo das linhas uma marca maior da obra plástica, Cibele Saque tem nesta exposição uma particular aproximação à ilustração.

Com formação artística em Pintura, Estética e História de Arte na Sociedade Nacional de Belas Artes de Lisboa, Cibele Saque é Licenciada em Ensino Educação Visual e Tecnológica pela ESEL - Escola Superior de Educação de Leiria.
Com formação em Escultura / Estrutura Humana pela Accademia Europeia de Firenze / Accademia d’Arte Bianca Capelo, Florença – Itália, atualmente é doutoranda em Artes dos Media.
Desenvolvendo estudo e trabalho artístico com incidência no ‘movimento e gesto humano’, tem realizado várias exposições individuais, coletivas e pedagógicas.

Este livro, editado pelas edições do Cine Clube de Avanca teve apoio do IPDJ - Instituto Português do Desporto e da Juventude.