sexta-feira, 1 de junho de 2018

UMA VIDA SUBLIME VENCE EM ESPANHA A SUA QUINTA DISTINÇÃO DESTE ANO


UMA VIDA SUBLIME, uma longa metragem de ficção realizada por Luís Diogo e produzida com o Cine Clube de Avanca e a Filmógrafo, acaba de venceu o prémio “Portugal de Cine” no 5º Festival de Cine y Televisión Reino de León (Espanha).

Este filme, que foi rodado em parte durante o “Creative Film Workshops” do Festival Internacional de Cinema de AVANCA, teve a sua estreia na última edição do Fantaporto onde Eric da Silva foi distinguido com o Prémio Melhor Ator.

Nomeado entretanto em competições de diversos países, este filme foi já distinguido com o prémio de Melhor Longa-metragem Mundial no “Indy Film Fest” em Indianapolis (USA) e Melhor Guarda-roupa no “Voce Spettacolo Film Festival” de Itália. Também o ator Rui Oliveira venceu o prémio de Melhor Ator da Competição Internacional do “5º Darghanda International Film Festival” na Índia.

Em León, a organização do festival tinha seleccionado 7 filmes portugueses, dando continuidade a uma competição que anualmente distingue o melhor filme português.
Como curiosidade, este festival e entre outras distinções, na categoria de televisão e como melhor série, premiou a produção da Netflix A CASA DE PAPEL.

UMA VIDA SUBLIME é a segunda longa-metragem do cineasta LUÍS DIOGO, que também é autor do argumento original e coprodutor com António Costa Valente. Este filme é protagonizado, para além de Eric da Silva e Rui Oliveira, pela atriz Susie Filipe que é também baterista da banda aveirense “Moonshiners”.

O filme conta a história de um médico que tem uma vida SUBLIME mas para quem a tristeza é verdadeiramente um problema. Inesperadamente usa métodos radicais na esperança de voltar a injetar de vida pessoas que, segundo ele, já não a desfrutam.

Luís Diogo realizou anteriormente a longa metragem PECADO FATAL, que se transformou no filme português de longa metragem de ficção mais premiado de 2014, sendo igualmente autor dos argumentos originais dos filmes A BOMBA (de Leonel Vieira) e GELO (de Luís e Gonçalo Galvão Teles).

UMA VIDA SUBLIME será igualmente exibido no 22º AVANCA, Festival Internacional de Cinema que decorrerá na última semana de julho na localidade de mesmo nome do Concelho de Estarreja, e onde em 2016 decorreram parte significativa das filmagens desta longa metragem de ficção.
UMA VIDA SUBLIME vai estrear nos cinemas portugueses na segunda metade deste ano.